domingo, 5 de maio de 2013

MARIA TEU ROSTO DE MÃE


Não me importa a santidade
Para mim és Mulher Mãe
Se és santa de verdade
Eu pecadora sou também

Maria teu rosto sereno
Na maternidade secreta
O segredo mais pequeno
Grandeza de mãe desperta

Há em ti essa cumplicidade
Que todas as mulheres contagia
Há no teu olhar a simplicidade
De um porto abrigo de vigia

Rumos perdidos ou achados
Ao teu nome todos vão dar
Ao teu nome confiam pecados
Prostrados no teu altar

Mulher mãe da oração
Mês de Maria e das flores
Há lágrimas de comoção
Ao confiar-te as dores

Maria rosto maternal
Flor silvestre pensamento
Mãe das mães em Portugal
Que lhe guardam sentimento

Contas de um rosário sagrado
Ternura doce cumplicidade
Teu nome de Mãe guardado
Na mais secreta intimidade
ana barbara santo antonio

1 comentário:

EU disse...

Quando aqui venho, já nenhum texto me é desconhecido. Li-te noutros espaços. Por vezes, deixo uma palavra, breve, pois o sentir exigiria um rol delas. Assim, venho para te reler e escolher um post onde escrevo um pouco mais. Degusto as palavras, os condimentos e aspiro profundamente para que chegue à alma esta beleza de escrita.

BJOS, querida amiga :)
(Só não gosto nada das palavras que tenho de digitar...:) )