Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

RESILIÊNCIA - "Lonely Survive" by Verlaine


RESILIÊNCIA

É tão de ti
Pesado
Espesso
Denso
Vivo

Infinita espessura
Quase dormência
Quase castigo
Quase loucura
Resiliência
Superação
Resistência
Solidão

E deixas-me no silêncio mais profundo
E a certeza de eu resistir
Como se não existisses no mundo
E fosse doce esse sentir
E tudo intacto de serenidade
Rodeia-me a resignação
A suprema abnegação dessa docilidade
Quase amor em negação
Hímen rasgado da verdade
Um hífen roubado
Em liberdade

Resisto quieta abandonada
No silêncio mais puro e sentido
Atravesso o tempo resignada
Passo seguro e cabeça levantada
Vagueio dilacerada em olhar perdido
Em sôfrego sofrimento silente nada
Em suspiro desilusão em dócil aceitação
Como se
De resiliente paixão
...
musa

Sem comentários: