Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

SOLIDÃO

SOLIDÃO
Pairam nos dias
Cansados
Tristes
Semblante carregado
À espera que a morte os venha buscar
Carregam amargas horas sombrias
Os corpos trucidados
Pela dor que insiste
O olhar abandonado
Desespera a alma farta de tudo só quer descansar
E o desalento tolhe lhe os passos
Adentro a moer a vida os cansaços
A senhora e meiga desilusão
De braço dado com o futuro
O casamento perfeito
Explode no peito
Silencio duro
A solidão
...

musa

Sem comentários: