Cartão de Visita do Facebook

sábado, 10 de outubro de 2015

POEMA DOS SENTIDOS

Fico assim perdida em pensamentos
Tacteando silêncio e escuridão
Rompendo brumas dissipando ventos
A minha vida vendaval ou furacão

Tempo de chuvas húmidos cinco sentidos
Choro angustiado sombras e segredos
Sinto-os na tempestade gélidos medos
Lágrimas ou sonhos já de mim perdidos

Busco-os em versos de outras palavras que não eu
De mil desencantos a negra cor tempestade de matizes
A escurecer terra e mar e do olhar todo o azul do céu

Decerto haverá rasgo de luz a iluminar de poesia o temporal
De sentimentos versos e sentidos de horas doces e felizes
E um sexto ainda mais humano intenso profundo e carnal
...

musa

Sem comentários: