Cartão de Visita do Facebook

domingo, 20 de maio de 2012

UM TEMPO DE PINCÉIS E POESIAS

Via-te atravessando paisagens
Guardadas em gavetas de sentidos
Num pequeno caderno de viagens
Deixavas teus sonhos perdidos

Poeta pintor maior do que a fantasia
Nas cores que partilhavas de emoção
Eu ensinava-te o amor à poesia
Num enlace de palavras tintas e paixão

Um tempo de pincéis que pintavam Pessoa
Silenciados sentidos que em murmúrios do olhar
Se comprometiam por ruas de Lisboa

Eras tu e eu embaixadora e o estrangeiro
Por caminhos de melancolia entre a terra e o mar
E todo esse desassossego estranho e inteiro
...
musa

Sem comentários: