Cartão de Visita do Facebook

domingo, 20 de maio de 2012

BEIJOS DE PAPEL

Na folha nua virginal
Boca apetecida de tinta
Branca fria como a cal
Esse beijo que eu sinta
Em lábios de papel
Desejos escritos
Na ponta do pincel
Beijos inscritos
Folha e pena
Texto ou poema
Sabores restritos
Inspiração que acena
Ao beijo branco
Doce encanto
Sobre a folha nua
Provocando o tinteiro
Querendo-a sua
Num beijo derradeiro
musa

1 comentário:

EU disse...

É sempre mais fácil deixar algo noutros espaços...
Contudo os blogues são infinitamente mais atraentes porque nossos, personalizados e está lá a nossa alma...
E o teu é mesmo chamativo!
Hoje resolvi deixar neste poema o meu cunho: beijos (carinho, amor); papel (incolor, colorido, cheiroso, registo de beijos, emoções)...
Encantador papel onde o beijo seja o principal personagem...
BJOS :)