Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 22 de maio de 2012

AO AUTOR PORTUGUÊS

Vives do sal de marés de palavras
Sulcadas em vagas de terra de sentidos
Sobrevives das ondas de lágrimas salgadas
Em batéis naufragados de sonhos proibidos

Vives de um Camões sobrevivente
De um Fernando Pessoa por cumprir
De um auto do inferno de Gil Vicente
De um país inteiro por sentir

Vives ou não da Arte feita de sonhos
Apolo que deste Olimpo se esqueceu
Lutas com garra para defender demónios
De uma vida que nunca ninguém compreendeu
...
musa

Sem comentários: