Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

POR UMA CANÇÃO DE AMOR

POR UMA CANÇÃO DE AMOR

“Não há nada mais belo
Do que aquilo que nunca tive
Nada mais amado
Do que aquilo que perdi”

Nada mais eterno e frio como o gelo
A lágrima de amor que por te pensar não contive
E o pranto assim sufocado
É prece e dor que senti

Rasgarei os rios entre as minhas pernas
Com as lágrimas de te amar tão carnais
E as lembranças doces meigas e ternas
A ferir de vontade como pranto de punhais

Nada mais efémero do que o pássaro eternidade
Nos teus olhos cheios de profundo prazer
Um canto de amor em gozo intimidade
Uma entrega infinita de loucura e querer

Jurarei a luz a romper límpidas alvoradas
Como um sol dourado por entre os seios a abrir
O teu corpo nos meus braços nas mãos cansadas
Nos teus lábios os beijos de desejo e sentir
musa

https://youtu.be/pIu2iZnKU40 

Sem comentários: