Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

CREPÚSCULO

CREPÚSCULO
A folhagem dourada
Dispersa leveza insustentável
De brisas por colher
O estio parece torpor
A paisagem esfiapada
Franja persa do tapete inimaginável
Do alto das nuvens a transparecer
Asas do voo incendiário do condor
Afogueando céu de azul esplendor
Róseo nu em silhueta deusa a brilhar
Tinge branco de cor
Azulado rosa seduz
Que sol ousou dourar
De rubra dor
Luz
...
musa

Sem comentários: