Cartão de Visita do Facebook

domingo, 21 de setembro de 2014

LUZ DA TARDE

" de uma da tarde
atravessada pela sombra
do cortinado
ficam dois ou três
cristais de luz
coados pelos teus olhos
cheiro a maçãs no lençol
sinais de uma lenta tempestade
no amarrotado lenço
com que limpas o último friso
de suor.
a.s"

Miríades espalhadas como sombras de luz
pelo chão o mapa astral do desassossego
o rendilhado do cortinado reproduz
o tempo dos teus olhos guardando segredo
do tempo que demoras em mim
em iluminado sentir
a luz a desmaiar
se o azul do olhar ou o rubro carmim
na tela da alma por pintar
choro ou gemido
uma lágrima a cair
dos lábios a sorrir
sem sentido
...

musa

Sem comentários: