Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 28 de julho de 2009

HOJE ESTOU TRISTE

Hoje estou triste
Assim me deixaste solidão
De uma noite sem luar
Vieste conhecer-me na escuridão
Que acontece todos os dias
Perto do mar
Assim a vida se reduz
A um punhado de fantasias
Que um olhar seduz
Olho as minhas mãos
Pobres mãos vazias
Sem esperas sem dádivas sem luz
Que no imenso mar vão semear
Vagas ondas melancolias
Que ninguém vai colher mas que compus
Em tempo incerto delirar
Cansada amarga e só sem nada meu
Ainda sinto travo de esperança
Ainda sinto ter os olhos teus
O beijo que tu não me deu
A timidez e o sentido de ser criança
Deixando-me apenas um adeus
Amizade que nunca prometeu
Saudade feliz leve e mansa
Que se fazem vagas sentidos meus

1 comentário:

peter disse...

um blogar atrevido ??? talvez não... vou ler. Bacio.Peter.