Cartão de Visita do Facebook

domingo, 22 de maio de 2016

SORRIR PARA VIIVER


A súbita sentença do teu riso
Desejo de amor dócil ausente
Impermeável premente
Breve conciso
Transparente
A rasgar no rosto apático
Aparente sarcástico
A ironia coerciva
Do insulto mordaz
Desprezo desdém
A raiva incisiva
O vulto fugaz
Altivez
Também
Podes rir ou chorar
Gritar ou calar
O sorriso que preciso for
Pois nenhuma dor
Me fará entristecer
Poderá condenar
A alegria de viver

musa

(telas de NORBERTO NUNES)

Sem comentários: