Cartão de Visita do Facebook

domingo, 11 de maio de 2014

VERSOS AO LUAR

                                                           photo J.P. Bernardo

há uma lua escondida diante do sentir do olhar
um quasar distante em profundo desejo
adormece os sonhos da escuridão a brilhar
os sentidos do amante quando oferece um beijo

há uma lua nova a brilhar no meu céu
uma musa visitou-me em segredo
quero com todas as minhas forças ser teu
quero-te comigo sem medo

a lua ensinou me a não contar as estrelas no escuro
contá-las encurta os dias que possa ficar contigo
não tenho medo de que te sintas inseguro
nem de querer-te não podendo estar comigo

a lua essa companheira dos amantes
ouve os queixumes e os gemidos
dá a luz necessária naqueles instantes
e sela com silêncio os rituais cumpridos

há uma lua nova desassossegando loucas vontades
rumores entre palavras ofegando inquietação
oferecendo a turbulência de liberdades
que mais sossegado é deixá-las em versos de mão

só um chá de tília é que me acalma
este desassossego que sinto na garganta
esta inquietação que me vai agora na alma
esta vontade de te ter que é tanta"

musa & AF

Sem comentários: