Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 20 de julho de 2012

VELHO FALADOR


Ao grande MESTRE DA HISTÓRIA DE PORTUGAL
Professor JOSÉ HERMANO SARAIVA

VELHO FALADOR

Ainda estou triste
Perde-se no tempo o seu amor pela História
Manter viva pela sua voz
Em esplendor e glória
O que de mais intimo de nós
Se pode contar

Quebrar o silêncio e a solitude
Voz em pranto derramada
Dos segredos a inquietude
História que ainda pode ser contada
Mestre que por paixão
Nos veio a ensinar
Que lendas com ou sem razão
São para se contar
Com a voz no coração

Assim fazia o Mestre
Contando para nós
Tanta a paixão que punha na voz
Que o mistério mais agreste
Perdido no tempo
Vinha na claridade do seu sentir
Fluía leve no seu sentimento
Pela eloquência das palavras vivas
Desmembrava feitos históricos velados
Alguns por certo imaginados
Outros tantos evocados
Nas suas interpretações esquivas
Arredondava o pensamento
Algumas já perdidas
Leves como o vento
Enobrecia as gentes
A História faz-se de homens e feitos
Fatos concretos e diferentes
Bravos heróis os eleitos
Fica imortal
Velho falador
Jamais esquecido
No mundo e em Portugal
Nobre conquistador
Pátria das palavras
Historiador vivido
Presto-te homenagem
Pelo sentir da Poesia
ADEUS nessa viagem
Que todos faremos um dia
musa

Sem comentários: