Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 11 de abril de 2012

PRIMAVERA AO VENTO

Ventania de amor e poesia
Beijando folhagem aos sussurros
Folhas flores ramos em euforia
Alegre Primavera aos urros
Em cântico alegria

Escuto ramagem em estalido
Sensibilidade de renascer
A natureza em sentido
Só quer crescer

E o vento agita Primavera
Muda rumo do sol e traz a chuva
Pelo chão húmus de neblina quimera
Ergue-se ofegante numa espiral curva
Faz-se amante dos quatro elementos
A água a terra o fogo e o ar
Numa tropelia de pensamentos
Invade profundidade recurva
Contorce-se para se enamorar
Dessa intensa diversificada natureza
Que aos elementos parece orar
Provoca a Primavera em sentimentos
Veste-a de deslumbrante beleza
Na sua essência e singeleza
Musa deusa de todos os ventos
Contra todos os tempos
musa

Sem comentários: