Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 27 de abril de 2012

OLHAR DESVIADO



Aquele dia do teu olhar desviado
Passaste por mim sem me ver
Sei que era um dia inusitado
Nada podias saber

Era um dia do teu olhar
O mais encantado de todos os dias
Tinha sido feito para te encontrar
Tantas vezes imaginado nas minhas fantasias

Nas sombras do tempo impregnado
Com a claridade da emoção
Um dia a guardar no passado
Secreto no coração

Por vezes dou comigo a pensar
Como teriam sido todos os dias
Se eu tivesse tido coragem de te procurar
Se tu tivesses vindo me encontrar
Se eu te tivesse dito tu me procurarias
Que importa agora imaginar
O que tu farias

Talvez o tempo apague
Memórias que ferem por dentro
Talvez o futuro rasgue
Velas em mastro alento
Que seguram a saudade

Talvez a felicidade
Seja esse olhar desviado
Seja apenas um pensamento
Seja a mentira da verdade
Dias em que fala o sentimento
Que nos cala a vontade
Como vela rasgada pelo vento
Em mar de tempestade
musa

Sem comentários: