Cartão de Visita do Facebook

sábado, 25 de outubro de 2014

MEINE BLUME

Olhas nos meus olhos como quem vê o mundo
Sorriso entrelaçado nos caracóis dourados
Os dedos por entre eles emaranhados
E o teu sentir murmurado doce profundo

É no teu olhar que eu me sinto o teu amor
Em todas as línguas universais
Prendes-me com a doçura e o calor
Dessas palavras mundanas carnais

E quando sorris e o meu nome se esfuma
Por entre o cigarro e o teu pensamento
Há uma palavra somente uma
Que confessa esse teu sentimento

Meine lieben meine blume mulher do meu encanto
Fico assim enternecida na voz rouca do teu sentir
E não há língua ou prece que eu ame tanto
Essa oração dos teus olhos que parece pedir
Risos emudecidos desse teu pranto
Que de amor eu possa consentir

Traduzo os sentidos na linguagem da tua boca
Haverá ainda outros que nunca te ouvi dizer
Mas é no teu silêncio que eu me sinto louca
Quando me ensinas palavras de prazer
...

musa

Sem comentários: