Cartão de Visita do Facebook

domingo, 19 de fevereiro de 2012

MÁSCARA NEGRA


A TODAS AS MULHERES QUE FAZEM DA SUA VIDA UM ETERNO CARNAVAL...


Escondes teu rosto
No negro da máscara
Quem sabe um desgosto
Sem rosto sem cara
Escondes o sentir
As rugas dos sentidos
O choro e o rir
Desgostos consentidos
Nos lábios o sorrir
Dos teus sonhos perdidos
Escondes as lembranças
As memórias secretas
As poucas esperanças
Nas dores despertas
Escondes a raiva o luto
A tristeza intensa
Da infelicidade fruto
Da tua angústia imensa
Escondes a verdade
A injustiça e a ofensa
Escondes a intensidade
Do sofrer sem razão
Escondes a liberdade
Quando a vida te é prisão
Refugias teus dias no Carnaval
Sofres na solidão
Dorida intemporal
Quando a vida te é madrasta
O teu tempo sempre igual
Porque não sabes dizer
BASTA!
De tanto sofrer...
...
musa

2 comentários:

Poetando com Carlinhos do Bento disse...

Ás vezes a doçura se esconde
atrás de sofrimentos e adversidades.
Parece prisioneira de si própria, perdida nos labirintos de suas vontades e desejos.
Mas quem lhe mostra a luz, ou seja, lhe dá condições favoráveis para que ela possa se manifestar na magia do amor. Perceberá seu esplendor, exuberância e força.Pois por trás da máscara negra...HÁ SEMPRE UM LINDO ANJO.

ana barbara santo antonio disse...

intensas tuas palavras Poeta...

às vezes dos meandros inesperados do sentir... aparece um Ser... capaz de compreender e aceitar o esplendor das adversidades e fazer brilhar a luz por detrás da máscara negra... olhando o mísero ser como um lindo anjo...

Grata pelo sentir das palavras com asas no esplendor da partilha do sentimento em pensar poético...