Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 1 de abril de 2009

DECLARAÇÃO DE AMOR...

... como se escreve uma declaração de amor... lembrar o teu rosto sorridente...o que se diz em palavras como se sente o coração... o teu doce olhar...como fica tão dificil escrever sobre aquilo que sentimos... falar do que não temos... do que nos pertence... inventar de rosas bravas aroma de sentimentos... lembrar o que não pedimos... e por dentro viver de sentidos tudo o que nunca vivemos...marcar territorio em ti... e podemos ser um do outro... por onde começar... o que te dar... o que te dizer... nada saber... invadir de medo e dor o que podia ser somente amor...e o que vamos fazer das nossas vidas... viver... ...hoje fiz uma declaração de amor...segurei de sonhos parte de um sonho...desfolhei uma flor... e num... bem me quer... mal me quer... descobri sentidos polinizados que sustentam todo o ser... hoje falei de amor e sem querer desbravei destinos nunca cruzados... inventei de palavras a alma soberana da esperança... para nunca a ter de mágoas... de inconstância... veleidade...hoje descobri o que é partilhar e o que é amar... ter a quem dar sem a pretensão de nada receber... o amor devolve-se sempre... viver de amar... ousar pertencer ao bando num sentimentalismo de emoções sem limites... na sensualidade em aço burilado como rara pedra do pensamento...de paixões aprisionado em pequenas palavras em movimento... hoje falei de amor... vibrando pela sensação do sentir... hoje me senti mulher... pulsante de alegria e dor... querendo ser... querendo rir... em todos os meus sentidos ter-me de ti... o teu único AMOR...até um dia partir...

Sem comentários: