Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 22 de junho de 2009

SOU-ME

sou-me palavras
em colo de mar
maré cheia de sentidos
corpo reflicto marear
desprendidos desejos
sou-me a navegar
por onde acontecem vagas
e dentro dos teus olhos
vejo-me pedida
ondas de sentir
um mar rasgado
desejo-me vir
do principio ao fim
vaga lasciva
ser mastro
do teu barco abandonado
ser lastro
que em teus olhos tragas
perto de mim
ancorado

Sem comentários: