Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 4 de março de 2009

ANIMA VÉU

Alma mente véu súbitamente
Desprendida em desfiladeiro íngreme desfacelada
Pensamento ruindo em queda d'água emoções
De sonhos arvorizada
Tempestade de átomos
Varrendo o cérebro conquistado
De ilusões
Pelo choro derramado
Alma imortal
Imaterial
Imoral
Espaço fechado
Sentida imponente colossal
Montanha abrupta sobre o mar
De tantas maneiras sensações
Ocupando o pensar
No rasgo de mim virtual
Roçar arestas similitudes
Razões
Vincada de sonho e vida
Olhar o choro de pedra
Em mil gotas de inquietudes
No corpo inteiro consagrado
Regresso e partida
Sentido o ser
Corporizado

Sem comentários: