Cartão de Visita do Facebook

domingo, 6 de agosto de 2017

TRÉMULA SAUDADE

TRÉMULA SAUDADE

São as tuas mãos
Loucos pássaros a querer voar
No céu da tua boca e no teu olhar
Húmidos caminhos de sentir
E excitada e nua
Fazes-me vir
No leito de tantas tardes
Até ao entardecer
Fazes-me inteiramente tua
Nas chamas onde ardes
De gozo e de prazer
Em profundo desejo
Até ao último beijo
Infinita loucura
Meiga tortura
Endoidecer
A boca a mão
O nosso tesão
Trémula saudade
A secreta intimidade
Do silêncio de viver
A poesia de pele e sentidos
Em versos gemidos
No doce torpor
Até morrer
De amor
...
musa

Sem comentários: