Cartão de Visita do Facebook

domingo, 6 de agosto de 2017

POEMA PARA UMA ILUSÃO

POEMA PARA UMA ILUSÃO

Voltei a olhar os pássaros
E esqueci-me dele
Fechei na gaiola do passado
Uma ilusão de penas e sentidos

Os pássaros quietos no mesmo lugar
Demorados em vôos de esquecer
Num sossego de sentir
Um olhar vítreo embaciado
Como alguém que acabou de perder
O último vôo para viver

Ensaiam pequenos passos
No parapeito da janela para o mundo
Como queria estreitá-los em abraços
E no peito um suspiro manso e profundo
Soprar-lhes a minha vontade de voar

Das lembranças que quero guardar
Um amor com asas ou talvez a desilusão
A esvoaçar o desejo e a paixão
A minha última viagem para amar
O último capítulo da minha vida
Um verso tardio de poesia
As penas da melancolia
E esta dor sentida
...
musa

Sem comentários: