Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 3 de abril de 2017

INSTANTE POESIA

INSTANTE POESIA

Brando sorriso
Que o olhar pequenino
Parece esconder
Esgar impreciso
Quase felino
Lábios de prazer
A boca feita uma fonte
Sede de loucura
Nascente de tortura
Rio de doçura
Rosto horizonte
Onde morro meu entardecer
E grito até gemer
Tardes de silêncio e amor
Em entrega de paixão
Secreta serenidade
Cumplicidade intimidade
A mais doce harmonia
Em gozo esplendor
Afável excitação
Com que fazemos um instante poesia
Em melancolia multicolor
...
musa

Sem comentários: