Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 10 de abril de 2017

GRITO

GRITO

Que Primavera tão cheia de mágoas
De ausências de tristezas de solidão
Inóspito silêncio desabrochado palavras
Em pétalas da vida que caem pelo chão

Olho as flores e são tantas as lembranças
E as estações até ao horto do calvário
A florescer os sonhos nas mãos das crianças
Quando ainda sabiam rezar do anjo o rosário

E foram tantos os passos no jardim
Em primaveril encontro com a ternura
Mas todas as promessas têm um fim

Sobre as pedras se ergue a claridade
A vida prometendo a morte loucura
Nas flores sobre o túmulo a saudade
...
musa

Sem comentários: