Cartão de Visita do Facebook

sábado, 25 de fevereiro de 2017

PARA TI MEU AMOR QUE NÃO TE TENHO

PARA TI MEU AMOR QUE NÃO TE TENHO


Virá a Primavera
Meu amor
Com sua cauda de dias
Ensolarados
E as flores como livros
Guardados
A doce quimera
Da sabedoria
E as lembranças sombrias
Da estação da nostalgia
Meu amor que a Primavera venha
Ainda que de mãos vazias
Conhecer a dor mais profunda e secreta
E de inspiração florida se detenha
Que renasce em flor na poesia
E de versos íntimos desperta
Pétala de luz tão fria
Esmaece de palavras por sentir
Tão triste a ausência do teu ser
Que Primavera alguma ouse florir
Dor a essência flor de existir
Meu amor sem te ter
Negado o prazer jardim
Lágrimas da intimidade
Esta fraqueza em mim
Primavera da saudade
musa 

Sem comentários: