Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

O MESTRE NO POEMA - ao Mestre Adelino Angelo e sua esposa

O MESTRE NO POEMA

Dos azuis resgatados às palavras coloridas
Dos traços recortados nas nuances repetidas
Um verso em gaiola de olhares
E o livro de asas aberto na mão
Os poemas se deixares
Pincelam de cor o teu coração
Se azul lilás ou o vermelho
Ou a esperança a paz ou a saudade
Dando asas à imaginação
Pintas a vida do outro lado do espelho
E ao teu lado vive a felicidade
Conduz na tua obra a mão
Rejuvenesce de tão velho
O sonho esvoaça a liberdade
Traz ao pincel um grito de libertação
É a luz no seu tom mais profundo
A romper de versos a claridade
A tela mais bela do mundo
Um grito de esplendor
A doce serenidade
Do mais belo amor
...
musa

Sem comentários: