Cartão de Visita do Facebook

domingo, 8 de janeiro de 2017

MAR PEDRA

MAR PEDRA

Por mais negras e frias
Essa alma pedra de sal
Das lágrimas mais sombrias
Da cálida luz de Portugal
Que encobre de pálida espuma
As vagas que uma a uma
Abraçam de frio e bruma
Esse imenso areal
Corpo em pedra e água
Em praia de sentidos
Rochas de basalto e magma
Areias sonhos perdidos
Praia de olhos humedecidos
Quantas vezes o denso nevoeiro
E o sussurrar profundo
E a maresia no cheiro
Talvez o sabor do mundo
Mar pedra ou marítimo sentir
Onde não me canso de existir
...
musa

Sem comentários: