Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

GRITO DE LIBERDADE

GRITO DE LIBERDADE

Cresci num país de liberdade
Entre cravos vermelhos a sorrir
Lágrimas salgadas e a saudade
De quem é obrigado a partir

Sem mordaças grades ou ilusão
Dos velhos livros escondidos
Dos sussurros gritos ou traição
Ou suspiros dos espelhos partidos

A maresia bruma dos sentidos em prece
Traz um nevoeiro intenso e estranho
No areal de pranto onde acontece

Darem à costa as mágoas em aragem
Gritos das profundezas do oceano
De quem tem por fazer a última viagem
musa 

Sem comentários: