Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

GRÃO DE MALICIA

GRÃO DE MALÍCIA

Na tarde de todos os encontros
Quando desespero se faz espera
E se fantasiam todos os confrontos
E se faz do frio primavera
Os corpos aquecidos de loucura e cio
Entre doces gemidos e um beijo fugidio
E a boca em rendição
À ternura do tormento
No rastro da excitação
No fruir do sentimento
Malícia em aventuras doidas carnais
As tuas mãos nas minhas cravadas
Em movimentos sensuais
Fortemente agarradas
Como areia a escorrer
Em intima vontade
Fazendo estremecer
No gozo da saudade
No palco da paixão
Exultas um grão de malícia ardente
Na pele húmida e quente
Nas linhas da tua mão
Uma sina de endoidecer
Há linhas longas de prazer
E a vida a acontecer
...

musa
https://musarenascentista.blogspot.pt

Sem comentários: