Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

AZUIS DE SENTIR

AZUIS DE SENTIR

Se azuis os teus olhos mar imenso
A roubar de pranto a cor dos céus
Que mundo este onde eu pertenço
Tantas lágrimas a chorar a Deus

Se azuis na cor em profundidade
Que estremece a boca de sorrir
Ao ver-te flor azul intimidade
E mostra da alma todo o sentir

Se azuis para além do espanto
Em cada recanto deste mundo
A rasgar paisagens de encanto
E doce olhar belo e profundo

Se azuis de vida e de ilusão
E de palavras semeadas
Em tinta escrita pela mão
Deixando por aí pequenos nadas

De azul eu vejo o tudo que senti
Do céu ao mar na terra e ao sonhar
Os versos azuis que eu já escrevi
Os sonhos azuis que já vivi
Os lutos azuis que já esqueci
De tudo o que perdi sem nunca amar

musa

Sem comentários: