Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

ANO NOVO

ANO NOVO

Acendo velas aos anjos
No meu altar de pedras e luz
Cintilam brilhos a arder
Silêncios fazem estremecer
Equilíbrios em sintonia
E a paz seduz
Íntima harmonia
Na prece a florescer
A sensível magia
Da flor do sonho
Um novo ano começa aqui
Em altar de sentidos
Iluminada intimidade
Para trás deixo tudo o que senti
Os sonhos vencidos
A ténue felicidade
Os dias perdidos
A saudade
Vindouras memórias
A doce humildade
As minhas histórias
Um rasto de poesia
O ultimo verso
A breve alegoria
Das sombras que seduzem
Em fantasia
Como as estrelas do universo
À chama das velas conduzem
Passos de ninguém
Na escuridão induzem
O tempo disperso
A chegada de alguém
E na trémula solidão
Parece-se ouvir
Um grito de perdão
Um olhar de gratidão
Um gesto de razão
A paz do sentir
...
musa

Sem comentários: