Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

AMARGURADO BEIJO

AMARGURADO BEIJO

Que importa pois se amargamente nos beijamos
Como quem na boca prova fruto amargo fel azedo
E sabe aos dois essa amargura que degustamos
O beijo da ternura com que a medo ficamos

Beijados os lábios quase mordidos
Maduros e gretados no silêncio de um dedo
Como quem morde em pranto a raiva em sentidos
E cala num beijo amargurado segredo

Entre lábios ofendido amertume assim triste
E não é ciúme ou azedo sentimento
Esta amarga loucura que aos beijos resiste

Amargo o gosto branda agrura de sabor
Travo choro de beijos no sentir do lamento
Como quem cala na boca a que sabe o amor
...
musa

Sem comentários: