Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

FAZER AMOR

FAZER AMOR

Conheço o morno suor do teu corpo repousando
Das minhas mãos tecendo sonhos do teu olhar
No crivo prazer da intimidade bordando
Um fio de sentir em serenidade a cintilar

No firmamento pele de ávida ternura
Pulsante a tua boca em demorado beijo
Despimos sentidos em nudez da loucura
Delirante desassossego em gemidos e desejo

E chega o instante de sermos um pouco mais
Sem ser uma despedida em tão longo abraço
Juntamos nossos corpos em movimentos sensuais

Renasce vontade de um gozo maior
Das bocas rendidas em leve cansaço
Num último acto fazemos o amor
...
musa

Sem comentários: