Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

CARNAIS DESVIOS

CARNAIS DESVIOS

Carnais desvios tecem da palavra flor
Espiritual semente que emoção germina
Em gozo bravio frutado amor
E tantas vezes ignora e não domina

E sofre a carne desmesurado sentir
Coração dilacerado desespero tortura
Ânsia que teima em força afligir
A essência alma em terrível loucura

E é nos versos sepultada eternidade
A poesia viva do desejo dos amantes
Viver o amor na distância da saudade

As palavras cruéis da paixão em sofrimento
Versos confessados perdições delirantes
Tristes tragédias em dócil lamento
...
musa

Sem comentários: