Cartão de Visita do Facebook

domingo, 25 de setembro de 2016

SECRETO SENTIR

SECRETO SENTIR


Cerrei os lábios de gelo
Descerrei da fronte a máscara
Havia sombras no cabelo
Um véu inteiro a cobrir o peito
Transparências de luz acontecidas
Rugas intemporais adormecidas
Um sonho desfeito
De ávido terror


No rosto a noite em flor
O escuro imperfeito
A própria dor
Em carnaval


Luminosidade sensual
Em traços por descobrir
A carnal essência do secreto sentir
Uma intimidade natural
Em maturação


O véu que prende a mão
Há de ser tal e qual
Um beijo pura sedução
musa 


Sem comentários: