Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

NOSTALGIA DE SETEMBRO

NOSTALGIA DE SETEMBRO

O areal sossegado
A água do mar quieta
A luz da manhã desperta
Manto de nevoeiro aguado
Em novelos de neblina
Vai dissipando a crina
Das vagas entorpecidas
Na praia deserta
O sol desperta
Sombras perdidas
Em final de Verão
A hora incerta
De tantas vidas
A nostalgia da solidão
Um Setembro em sossego
A espuma do medo
Em marítima imensidão
A roçar o silêncio de agitação
Contando-lhe o seu segredo
...

musa

Sem comentários: