Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 6 de setembro de 2016

DOS ÚLTIMOS DIAS

DOS ÚLTIMOS DIAS

O outono está para chegar
Já sinto o frio dos últimos dias
As tardes são frescas e sombrias
As manhãs nevoentas à beira-mar
No trono do tempo senta-se o senhor inverno
Arrumam-se os ciclos da vida
A natureza precisa descansar
Há um rumo estranho eterno
Uma luz tremula esmaecida
Uma lágrima caída do olhar
Nostálgico embevecido terno
E esta vontade de desistir
Desmascarar toda esta intimidade
Esta dormência e cansaço a ferir
E este desejo de rasgar a eternidade
A vida no prelo das estações
O sonho desfeito nas desilusões
O trilho dos caminhos da saudade
E os olhos cheios de sensações
Dos últimos dias por viver
Antes de partir para morrer
Firmamento flor da claridade
As trevas da outonal paisagem
As folhas em tonalidade florescer
O reduto sombrio da última viagem
No olhar a última imagem
Imaginar o teu rosto sem te ver
...
musa

Sem comentários: