Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

MAR E SENTIR

Obrigada Celso Cordeiro por teres partilhado comigo a tua poesia <3

MAR E SENTIR

Este mar
Esta cordilheira de vagas
Esta espuma revolta de aguas
Este azul a naufragar
E apaziguar distancias
Estas húmidas fragrâncias
Latitudes ventanias
Abraços e maresias
Rumos de sal e sentidos
Ensaios e poéticos sentires
Rumores e a cal dos sonhos vivos
As palavras catarse de profundidade
De onde partir de onde fugires
No cais insano da saudade
As pedras beijadas de mar
Os olhos tingidos de azul
Os poemas e a imortalidade
Esta imensa serenidade
Do norte até ao sul
A vida em cumplicidade
Da escadaria de onde partir
Um poema espera
O mar enfrenta a quimera
Um vendaval de sentir
Havemos de o escrever
Quando no areal a ultima onda morrer
...
musa

Sem comentários: