Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 15 de julho de 2016

VAGAS DE SOLIDÃO

VAGAS DE SOLIDÃO


“Nada sei sobre o futuro caminho,
Mas nada poderá apagar as pegadas
Deste insano caminhar, sem destino e sem retorno,
Na espuma das tuas palavras...

Cumprir-se-á o destino dos amantes,
Abraçados na íntima vontade,
Na poética partilha que nos une,
Na comunhão do desejo...

Ant”


Talvez já tenhas chegado
E eu nem te vi


... só tu... para reservar além sentir
todas as palavras que teimam persistir
onde tudo parece desmoronar…
E o beijo sonhado
Que nunca esqueci
São vagas de solidão no mar do meu olhar


Caminhos por percorrer
Pegadas sobre memórias de um sentido desfeito
Um trilho selvagem com raízes no peito
Em rebeldia e querer
Nesta travessia de vida
Ainda por acontecer


A viagem dos passos desejados
Entre alguma insana estranheza
E esta tamanha leveza
Dos beijos enamorados
Em escrita de sentir
Fazendo existir
Poesia
musa
https://youtu.be/7hxIGKNhW1Q

Sem comentários: