Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 29 de julho de 2016

UM MONTE DE ESTRELAS

UM MONTE DE ESTRELAS

ao Joseph

“No olhar no beijo na carícia no desejo”

O sal doce da vida
Na pele ou no olhar
Na ponta dos dedos
Loucura oferecida
Agrimel

“no toque no arrepio
No beijo o desejo”
Intimidade dossel
Tombando

A noite sentida
Vislumbrando
No topo do monte
Até a vista alcançar
Para além do horizonte
Todos os nossos segredos
E os teus lábios a fonte
Onde matar desejos

E um monte de estrelas
Em profundidade a cintilar
Nos teus olhos aguarelas
Por pintar
Em loucura devaneio

“no abraço o anseio
Nascente que nasce
Indicando caminho
Que devagarinho
Ambos tomam
Formando
Um só ser que se funde com prazer
Que se prolonga no carinho
E faz estremecer
A alma e o corpo em bem querer
Em explosão de sentidos
Em carnal endoidecer”

Todas as estrelas do firmamento
Num beijo entardecido
Em desejo e em prazer
Na noite escondem o sentido
Para além do pensamento
A escuridão a entristecer
Divino contentamento
musa 

Sem comentários: