Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 15 de julho de 2016

HÁ LÁGRIMAS EM NICE

HÁ LÁGRIMAS EM NICE

O azul derramado inocente
No chão das lágrimas de sal
A cal solitária e quente
Sobre a vida sepulcral
Tímida a florescer
Queima animal
A endoidecer

Horror em festiva noite escuridão
Faz a alma sentida estremecer
A carnificina por entender
A inocência azul da solidão
Tombada no chão
Em perigo

As flores azuis desabrochadas
Estão agora de sangue manchadas
Pela maléfica mão
Do solitário inimigo
musa

Sem comentários: