Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 29 de junho de 2016

MORTE

MORTE

Há um Eu em mim
Matéria que quer chegar ao fim
E um Eu espiritual
Infinito no ser
Cúmplice do teu eu carnal
Em desejo e em querer

Quando eu morrer
Dividam-me em duas partes iguais
Metade das minhas memórias ficam contigo
Em desejo silêncio e prazer
Cinzas espirituais
Em doce abrigo
A outra metade
Quero ficar enterrada na areia à beira-mar
Banhada pelas ondas em saudade
Ternura com lágrimas do teu olhar
A terra e o mar em louca intimidade
...
Al mussah

Sem comentários: