Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 28 de abril de 2016

DESEJARIA

DESEJARIA
Houvera violetas
Na terra sepultura
Instante desassossego
As cores secretas
Da lívida loucura
Quando da vida tem medo
Desejaria
Aciprestes na sombra do tempo
A mais estranha fantasia
Talvez roxa flor lamento
Florida hora do dia
Lábios de frio e silêncio
Olhar matriz firmamento
Interlúdio de poesia
Colidindo a magia
Do pensamento
Onde ancorar
A claridade
Do sentir
...
musa

(Floriu a primeira violeta do meu jardim)

Sem comentários: