Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 28 de abril de 2016

ABRIL - Ary dos Santos - As Portas que Abril Abriu


ABRIL
Se cravos abrissem
Palavras fechadas incertezas
Palavras florissem
Onde tristezas acorrentadas
Por detrás das grades sorrissem
Mãos de punho fechadas
E a flor vermelha de punho erguida
Mostrasse como quem espelha
Uma centelha que brilha
E o tempo guardado em memória
Lembrança pétala caída
A revolução já tão velha
O rubro instante da história
Em que uma baioneta florida
Foi o grito de vitória
E Abril no meu país
Esperança de uma luta feliz
O sonho liberdade de uma vida
...

musa

Sem comentários: