Cartão de Visita do Facebook

quinta-feira, 17 de março de 2016

IMPULSIVIDADE

IMPULSIVIDADE
Acendes
Sentidos em húmida candura
A luz do quarto
O teu peito farto
Vontade que te tortura
Os seios excitados
Os dedos agitados
Os olhos fechados
Na claridade da loucura
Sobre o leito a luz derramada
O peito explosão de tanto desejo
Seduz a pele em humidade incendiada
A boca excitação intimidade de um beijo
Apagas
Sentir o corpo todo se vir
Num entardecer vibrante
De saudade prazer em fogo lento
Há na tua boca gozo sedento
Clara luz tempo de amante
Em tão meigo existir
Obscuridade
Os dois deixamos consentir
A luz apagamos acendida até se vir
A boca a gemer a pele a tremer
Tão louca a nossa vida em impulsividade
...

musa

Sem comentários: