Cartão de Visita do Facebook

terça-feira, 22 de março de 2016

AS FLORES ESQUECIDAS

AS FLORES ESQUECIDAS

Faço por esquecer
Tão distante jardim
As flores esquecidas
Lá longe a fenecer
Uma dor sem fim
As pétalas caídas
Dentro de mim
Faço por esquecer
Das arvores a sombra luz
As folhas a estremecer
A brisa que as seduz
Em claridade bailado
Brilho iluminando
A dor que conduz
Olhar chorando
Despedaçado
Faço por esquecer
A terra das infâncias
O chão dos queixumes
O pranto estremecer
Das ressequidas esperanças
Das perdidas lembranças
Dos tristes amertumes
Dos angustiados azedumes
Afável vontade de perecer
Gume afiado das circunstancias
Flores esquecidas da ilusão
O caule cortado do sentir
Doridas folhagens da solidão
Que esquecimento faz ferir
A escorrer seiva tormento
O corte vivo sentimento
O crivo do pensamento
Entendimento da razão
Flor do lamento
...

musa

Sem comentários: