Cartão de Visita do Facebook

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2016

MINA DE AMOR

MINA DE AMOR

O amor esse mistério
Oculto sentido
Secreto existir
Luz minério
Lamento
Gemido
Suspiro
Fluir
Dobra tímida do hemisfério
Geografia do pensamento
Vasto poderio esse império
Por vezes descontentamento
Loucura segredo filão
A explorar o sentimento
Ás vezes desencanto
Sonho feliz do coração
Outras vezes pranto
Outras vezes desilusão
Outras vezes paixão
Ás vezes quanto
De sim ou não
Sangue mina
Sofreguidão
A explodir
Aos olhos dos apaixonados
Nos túneis escuros do fingir
Nas paredes escavadas
Nos corredores abafados
Quase quase a desistir
As mãos já cansadas
De nada descobrir
Amor pedra gema metal
Do olhar prestes aluir
Tão sincero tão carnal
De silêncio emudecido
De um grito tão ferido
E no peito tão fatal
Tão adentro raridade
Tão feito de saudade
Tão sentido tão especial
Talvez ainda nunca encontrado
Talvez não seja para descobrir
Talvez de tão enterrado
Seja somente de sentir
...

musa

Sem comentários: