Cartão de Visita do Facebook

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

INCERTO SENTIR DE MIM

Incerteza dos dias
És tristeza tão límpida
Translúcidas sombrias
Na amargura doce
De uma lágrima por cair
Essas horas e dias
Instante que fosse
Tempo arrastado a te sentir
Magnânima espera
Sabendo que não vens
E o corpo desespera
E o olhar a fingir
Momento incerto
A vida livro aberto
Na boca beijo secreto
E o coração a mentir
E a angustia pranto
As mãos abnegadas
E a chuva a cair
Incerteza desencanto
Lágrimas e pequenos nadas
E esta vontade desistir
Tanto tanto tanto
...

musa

Sem comentários: