Cartão de Visita do Facebook

sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

LUTO PASSIONAL

LUTO PASSIONAL

Que descanse em paz
Esse amor impossível
Assim breve e fugaz
Eterno seja além da vida
Como essa brisa aprazível
Amansando enfurecida
O tempo e o vento a endoidecer
Onde nem os amantes
O ousem assim viver
Para além dos sonhos distantes
No negro queixume dos mortais
Na rósea luz de pontos cardeais
No brilho endurecido de diamantes
Entre estrelas e pequenos nadas
De que a vida se faz em momentos
Como areia que escorre das mãos fechadas
Esses pequenos nadas carregados de sentimentos
E nada levamos quando morremos
E nada choramos do que vivemos
Somente o sentir que a morte desfaz
Intenso pranto de vida a esvair
E assim descansa em paz
No luto passional da dor
A última lagrima a cair
De amor
...

musa

Sem comentários: